A Prilenia anunciou hoje que planeia apresentar um Pedido de Autorização de Introdução no Mercado na UE para a utilização da Pridopidina no tratamento da Doença de Huntington. De acordo com o Dr. Michael Hayden, Diretor Executivo da Prilenia, "a Pridopidina demonstra benefícios consistentes do tratamento através de medidas independentes que são importantes para os doentes e as famílias. Estas medidas, que incluem a função quotidiana, a cognição, a progressão motora e clínica, são claramente evidentes nas pessoas que não estão a tomar medicamentos antidopaminérgicos (ADM)." O Presidente da Associação Internacional de Huntington, Svein Olaf Olsen, afirmou: "Esta é uma notícia muito entusiasmante. Estamos muito satisfeitos por saber que a Agência Europeia de Medicamentos foi recetiva à situação dos doentes com a doença de Huntington e deu às famílias com a doença de Huntington na Europa um novo motivo de otimismo. Estamos também extremamente gratos ao Dr. Michael Hayden e à sua equipa pela sua dedicação e pelos seus esforços incansáveis para desenvolver um tratamento para esta doença devastadora."   

Se for aprovada, a pridopidina poderá estar disponível comercialmente para os doentes na Europa já em 2025.

Ver o comunicado de imprensa aqui.


0 comentários

Deixe uma resposta

Porta-lugares Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

pt_PTPortuguese